User Entrer DesA�gnio – seis meios para tornar seu sitio melhor para os UsuA?rios

O design centrado pelo usuA?rio (UCD) A� uma abordagem de projeto que coloca estes usuA?rios pretendidos de um site pelo centro por seu design e desenvolvimento. Ele permite isso falando diretamente usando o usuA?rio em pontos-chave do projeto para garantir que este site atenda aos requisitos.

As etapas sA?o executadas de forma iterativa, com este ciclo a ser repetido atA� mesmo que estes objetivos por usabilidade do projeto sejam atingidos. Isso torna crA�tico que os participantes desses mA�todos reflitam com precisA?o o retrato de seus usuA?rios reais.

Grupos por foco

Este que eles sA?o? Um grupo do foco envolve incentivar um grupo convidado de usuA?rios reais / pretendidos de um sitio (isto A� especialmente, participantes) a compartilhar seus pensamentos, sentimentos, atitudes e idA�ias a respeito de um determinado assunto.

Organizar grupos do foco dentro de uma organizaA�A?o tambA�m igualmente similarmente identicamente conjuntamente pode ser muito A?til para obter a adesA?o a um projeto do dentro dessa empresa.

Quando usar Grupos de foco sA?o utilizados com mais frequA?ncia saiba como viagra reliable generic supply, viagra reliable generic supply, viagra reliable generic supply, viagra reliable generic supply, viagra reliable generic supply, viagra reliable generic supply, viagra reliable generic supply, viagra reliable generic supply. uma saA�da para o design. Eles geralmente produzem dados nA?o-estatA�sticos e sA?o um porreiro meio de obter informaA�A�es sobre um domA�nio (por exemplo, o que as tarefas de pessoas envolvem).

Problemas Foi necessA?rio ter um moderador e analista experiente para um grupo focal para ser eficaz.

Testando usabilidade

O de que A� isso? As sessA�es de teste de usabilidade avaliam um site coletando dados de pessoas A� medida de que elas sA?o usadas. Uma pessoa foi convidada a participar de uma sessA?o na qual serA? solicitada a realizaA�A?o de uma sA�rie do tarefas como um moderador toma nota de quaisquer dificuldades de que encontrar.

Estes usuA?rios podem possibilitar ser solicitados a completar o protocolo de analisar em voz alta, que lhes pede para verbalizar o de que estA?o fazendo e por que estA?o fazendo isso.

VocA? tambA�m pode cronometrar os utilizadores para olhar quanto tempo leva para concluir as tarefas, o que A� uma excelente medida de eficiA?ncia (embora vocA? deva ter em mente de que usar este protocolo ‘pensar em voz alta’ diminuirA? consideravelmente os usuA?rios).

O tempo do dois entendidos na matA�ria A� normalmente exigido por sessA?o – um para moderar, 1 para notar problemas.

Quando usar O teste por usabilidade pode ser utilizado como uma entrada para design ou no fim de um projeto. Ele representa uma maneira muito boa de testemunhar quais sA?o os problemas de usabilidade mais provA?veis de um site.

O teste por usabilidade tA?m a possibilidade de ser usado para gerar dados nA?o estatA�sticos ou estatA�sticos.

Problemas

Este teste de usabilidade requer que alguma forma do design esteja disponA�vel para teste – mesmo de que seja somente no papel. O questionA?rio funciona melhor se concentrar na coleta por feedback nA?o estatA�stico a cerca de um projeto por meio de « falar em voz alta » ou de medidas estatA�sticas.

CartA?o de classificaA�A?o

O que A� isso? A classificaA�A?o de cartA�es A� 1 mA�todo para sugerir estruturas criar site grA?tis / categorias intuitivas. 1 participante foi apresentado com um pacote nA?o classificado de cartA�es de index. Cada cartA?o tem uma declaraA�A?o escrita relacionada a uma pA?gina do sitio.

O participante A� solicitado a classificar esses cartA�es em grupos e, em seguida, nomear esses grupos. Os resultados de vA?rios tipos individuais sA?o entA?o combinados e analisados estatisticamente.

Quando utilizar A classificaA�A?o de cartA�es geralmente foi usada tais como entrada para o design. A� uma excelente maneira de sugerir boas classes para o conteA?do de um site e derivar sua arquitetura de informaA�A�es.

A classificaA�A?o de cartA�es pode ser usada para gerar dados estatA�sticos.

Problemas Proporcionar aos participantes 1 teste em alguns cartA�es fA?ceis (por exemplo, esportes, animais, etc. ) pode tranquilizar a cerca de o de que eles devem fazer e resultar em uma sessA?o mais produtiva.

Design participativo

O que A� isso? O design participativo nA?o apenas questiona os usuA?rios sobre questA�es de design, mas os envolve ativamente nos processos de design e tomada de decisA?o.

Quando utilizar O design participativo A� especialmente geralmente usado em 1 miniprojeto para gerar protA?tipos que alimentam o desenvolvimento de design geral por um projeto.

Um exemplo seria 1 workshop por design participativo em de que desenvolvedores, designers e usuA?rios trabalhem juntos para projetar um protA?tipo inicial. Esse protA?tipo inicial alimentaria 1 processo do design ainda mais tradicional.

Projetos que utilizam apenas design participativo sA?o muito raros.

Problemas As sessA�es por design participativo podem ser muito fluidas e exigem um moderador experiente usando conhecimento profundo do domA�nio para orientA?-las.

QuestionA?rios

O que eles sA?o? Os questionA?rios sA?o um meio de perguntar aos utilizadores por suas respostas a um argumento prA�-definido por perguntas e sA?o uma boa forma de ocasionar dados estatA�sticos.

Quando usar QuestionA?rios sA?o geralmente empregados quando uma equipe do projeto:

SA? pode adquirir acesso remoto aos utilizadores de 1 site Permanecequeda buscando 1 tamanho por amostra elevado do que pode vir a ser alcanA�ado realisticamente por meio do contato direto A� por esta razA?o que os questionA?rios sA?o geralmente administrados por meios postais ou eletrA?nicos.

Problemas Os questionA?rios permitem a anA?lise estatA�stica dos resultados, o talvez possa aumentar a credibilidade de um estudo atravA�s do sua aspecto cientA�fica. Isso torna sobretudo importante de que o questionA?rio seja natural elaborado e faA�a perguntas nA?o tendenciosas.

Entrevistas

Este que eles sA?o? Uma entrevista geralmente envolve 1 entrevistador falando com 1 participante por cada vez.

As vantagens por uma entrevista sA?o de que o ponto de aspecto A?nico do um participante pode ser explorado em detalhes. Igualmente A� este caso que qualquer mal-entendido entre o entrevistador e o participante provavelmente serA? rapidamente identificado e tratado.

O resultado de uma entrevista foi quase exclusivamente nA?o estatA�stico – A� fundamental que os relatos de entrevistas sejam cuidadosamente analisados por profissionais experientes.

Quando usar As entrevistas geralmente sA?o empregadas no inA�cio do processo do design para obter uma compreensA?o ainda mais detalhada de um domA�nio / A?rea de ou requisitos especA�ficos.

Problemas Entrevistar coloca um prA?mio alto na experiA?ncia e habilidade do entrevistador e analista.

ConclusA?o

Esta foi uma introduA�A?o aos fundamentais mA�todos por design centrados no usuA?rio. A� vital lembrar que, embora cada um possa ser excessivamente valioso, usA?-los da maneira correta, pelos motivos certos e pelo momento certo, A� fundamental.

Exatamente qual mA�todo utilizar e quando e tais como usA?-lo serA? diferente por projeto para projeto.